As palavras valem os gestos que as confirmam

Palavras são grupos de letras que podem ser decifradas por quem sabe ler. Uma vez pronunciadas seguindo certas regras, ganham um som específico e podem ser reconhecidas por quem ouve. Palavras não são o que elas significam. Mas elas valem o que significam.

Existe, claro, o lado objetivo e subjetivo do significado. O que uma palavra significa no dicionário e o que ela significa para mim. Às vezes, alguém ouve uma palavra e entende o que ela significa para si. Mas quem disse, expressou o que significa para ele ou ela. Isso pode dar confusão.

O que nos ajuda um tanto é que… bem, as palavras também são mais que códigos falados ou escritos. Elas têm uma força de origem, uma entonação e uma intenção.

Um mito da Criação diz que o Verbo criou o mundo. Então, a palavra, além de sinal, é expressão e essa expressão tem a força da verdade de que é portadora, a força da coragem, a força de doçura e de vontade que é manifestada, seja ela a declaração mais íntima ou a postulação mais universal.

E pode vir cunhada de sentimento real ou carregar o selo da fraude. Exprimir genialidade ou ignorância. Exprimir amor ou egoísmo.

Por isso, palavras trocadas entre as pessoas adquirem o valor e o significado de tudo que elas afirmam também em atitudes, gestos, hábitos e biografia. Nesse sentido, elas podem valer nada, valer pouco, muito ou valer tudo.

(Republicado de Anotações Informais.)

Leia também:

Imagem: what-buddha-said.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s