Victoria Beckham e a polêmica do selinho entre pais e filhos

No meio de tanta negligência e violência contra crianças, entrou em pauta ultimamente uma manifestação afetiva cada vez mais comum: o selinho entre pais e filhos. A discussão foi desencadeada pela publicação de uma foto de Victoria Beckham e sua filha Harper, de cinco anos.
Bem, existem inconvenientes relacionados à higiene e à psicologia infantil a serem considerados:
1) Beijar crianças pequenas pode transmitir bactérias e vírus (incluindo herpes) para os quais elas ainda não têm imunidade. Não é por que você não vê, ou por que a intenção é boa, que não há consequências ruins.
2) O beijo na boca é originalmente uma manifestação de carinho entre casais adultos e/ou uma carícia erótica. Algo que a criança não tem condições de entender, mas pode imitar, assim como as danças eróticas e outros comportamentos, o que é uma fonte quase certa de constrangimento para a família e confusão para ela mesma.
3) O selinho não está diretamente associado a uma intenção sexual, mas a criança pode não entender que o beijo entre os adultos é diferente. E ela pode ainda achar que, sendo normal, ela pode sair beijando coleguinhas e outras pessoas, o que também é uma possível fonte de constrangimento para a família e confusão para ela mesma. Mas também de perigo…
4) Em tempos de aumento de casos de pedofilia, afirmar que “um adulto beijar uma criança na boca não tem nada demais” é abrir uma possibilidade ou permissão, no mínimo, perigosa para a própria criança, com decorrências físicas e psicológicas inimagináveis.
Além de pensar nisso tudo, resta ainda uma boa pergunta: Até quando esse hábito deve perdurar e quando deve parar? Quem nos coloca esta questão é a psicóloga Charlotte Reznick, professora da Universidade da Califórnia em entrevista ao jornal “O Globo”. Até que idade um selinho é OK?
Sempre cabe aos pais eleger a melhor conduta perante os seus filhos, pensando no seu desenvolvimento saudável. Mas para ter clareza do que fazer, é importante ter noção de causas e consequências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s