Coitadismo: “Eu sou o que eu sofro”

Todos nós já passamos por situações diversas na vida que machucaram, doeram, “puxaram o tapete”, desnortearam. E talvez a primeira reação tenha sido reclamar e jogar a culpa sobre a família, sobre o governo, sobre o patrão, sobre Deus.

Mas isso ocorre porque, dentro de você, existe uma crença instalada, que diz que “eu sou o que me fizeram”, “sou o que sofri” ou “sou o que sofro” e que você usou pra desenvolver uma personalidade reativa e perigosamente mergulhada no orgulho.

O orgulho não permite que você veja o que fez, qual a sua parcela de responsabilidade nas coisas que vive. Então, você lança essa responsabilidade para o outro e permanece como se nada pudesse ser feito. Além do orgulho, a mágoa é sua emoção companheira. A mágoa é um tipo de raiva passiva.

A distorção de comportamento que resulta desses pensamentos é de dois tipos: o “vitimismo” e o “coitadismo”. Vitimismo é quando você só enxerga sua vida em termos do que lhe fizeram e você considerou ruim. Coitadismo é a falta de perspectiva de oportunidades e quando você assume o papel do “pobre de mim” – como diz Calunga. Ambos envolvem ideias de derrota e imobilidade e você funciona com um pensamento de “faz pra mim”. Ambos têm, portanto, um aspecto manipulador que procura obter do outro algo não se está disposto a conquistar por si mesmo.

O vitimismo é uma armadilha. Ao se fazer de vítima, você fecha os olhos para as suas próprias falhas e, por consequência, crê que nada pode fazer para melhorar sua situação. Acredita que faz tudo certo e que os outros é que são errados, malvados, egoístas.

Mas ninguém é vítima, perante as leis divinas, pois elas nos trazem as experiências de que precisamos para evoluir. Tudo no Universo nos chega por ressonância e como resposta ao nosso modo de ser, pensar, agir. Então, ao assumir a responsabilidade pelo que lhe aconteceu, você assume também o poder de mudar sua vida pra melhor, começando por mudar a sua visão das coisas e das pessoas.

(Este texto é parte de um livro em fase de preparação, chamado Efeito Constelação.)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s