O Napflix e o que os antigos estoicos têm a nos dizer sobre a insônia

Hoje em dia, as pessoas vivem muito em torno da ideia de serem alegres, populares, prósperas (no sentido de ganhar dinheiro), conectadas pela tecnologia; de conseguirem tudo fácil, sentindo-se livres para fazer o que quiserem na hora em que quiserem.

Isso, contudo, não as poupa de dificuldades, enganos, desilusões, sofrimentos, tristeza, enfermidades, ansiedade e insônia.

Sair e comer, ou comprar algo novo, se tornou um tipo de conforto emocional. Mas tem sempre aquele pensamento que retorna no final da noite, ou quando você fica sozinho em casa, que não lhe dá tranquilidade e que faz você querer beber mais, comer mais, comprar mais, jogar mais…

As crises que surgem em cada vida humana sempre existiram, muito antes dos fast foods e dos shoppings. A vida moderna, ao que tudo indica, veio multiplicar os problemas, em lugar de resolvê-los. E agora, para quem quer um jeito fácil de conseguir dormir no meio disso tudo, inventaram o Napflix – Siesta Video Platform, onde você pode entrar num site e ver frangos rodando numa rotisserie durante duas horas, enquanto espera o sono aparecer.

O filósofo francês contemporâneo Luc Ferry escreveu que “as filosofias do passado ainda nos falam.” (Aprender a Viver – Filosofia para os novos tempos, Ed. Objetiva). Recordo então dos primeiros filósofos ocidentais que realmente pensaram sobre nossas agruras cotidianas e infortúnios – os estoicos, que também foram os primeiros a inventar uma filosofia que era sobre viver uma vida bela, sobre viver com serenidade.

O estoicismo surgiu no início do século III a.C e ele nos convida a descrer das nossas próprias percepções sobre as coisas e duvidar até do saber racional. Enquanto faziam isso, os estoicos visavam atingir um estágio chamado ataraxia, que é a ausência de perturbação.

Quando não dormimos por problemas que nos atormentam, nossa mente está contando uma história e acreditando totalmente nela. Está se sentindo dentro dela, como num filme. Quando esse filme é tenso ou sem esperança, é assim que nós nos vemos.

Os estoicos, contudo, diriam para não acreditarmos tanto nisso.

Afinal, se conseguimos nos distrair com comida ou filmes – se conseguimos viver outras emoções através de pensamentos e distrações alternativas – o que pode garantir que o que nos preocupa é realmente como é? E quem pode garantir que, amanhã pela manhã, não enxergaremos tudo de outra maneira? Se eu duvidar daquela realidade terrível que me tira o sono e sair do filme, lembrar que é só uma projeção, estarei agindo como os filósofos estoicos.

Em lugar disso, porém, o Napflix nos oferece algo que funciona como um “comprimido para dormir”. Mas que não é cura, nem solução.

Assistir a um desses vídeos nos dá uma outra história em que pensar, que nos faz desconcentrar da nossa, o que acaba induzindo ao relaxamento e ao sono. E usa o que, para isso…? A tecnologia! Quer dizer que a proposta do Napflix nos submerge mais ainda nessa vida tecnológica e consumista que vivemos, em vez de nos libertar numa verdadeira ausência de perturbação.

Somos acostumados a pensar que tudo se resolve pensando. Que se pensarmos muito, chegaremos a um bom resultado. Que todas as respostas estão em nossa mente. E, de fato, um pensamento amplo e esclarecido pode nos ajudar muito. Mas os recursos da mente são limitados e a nossa visão dos fatos é incompleta ou imperfeita.

Enquanto não ampliamos o cenário, enquanto não saímos de dentro da situação para ter uma perspectiva mais ampla, ela talvez nos inquiete a e tire o sono.

Existe, porém uma sabedoria ligada a cada pequena partícula do Universo,  uma inteligência que governa todos os acontecimentos. Não há movimentos fortuitos e tudo caminha no sentido da evolução e do Bem. Adquirir essa compreensão é o começo da cura real de nossa dificuldade de dormir, passo importante da conquista da serenidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s