A grande lição de 2016

Não foi fácil, desde o começo. E é isso que temos lido nas redes sociais: “venha 2017, acaba logo 2016”.

Todos nós já estamos sentindo esse cansaço, porque em geral nos esforçamos muito para chegar até dezembro. Em geral obtivemos pouco dos resultados esperados, sem falar na perda de emprego próprio ou na família, no  tamanho dos escândalos na política, na queda dos padrões de vida, nos reflexos para a saúde física e emocional.

Muitos de nós se sentiram abatidos e injustiçados.

É nesses momentos que a união entre as pessoas e a sustentação espiritual se fazem mais necessárias. Quando começamos a olhar além do cenário imediato, passamos a atingir uma compreensão mais ampla do que está ocorrendo e, ao mesmo tempo, conquistamos mais forças para levar adiante nossos desafios.

o_que_te_sustenta

Somos criaturas em evolução. Então, 2016 foi como uma classe avançada, com um professor muito exigente e metas diversificadas a serem atingidas. Foi preciso encontrar alternativas, mobilizar nossa energia interna e reforçar a coragem de continuar.

Mas talvez, no deserto das possibilidades, tenhamos prestado menos atenção à oportunidade que tivemos de descobrir alternativas, de aproximar amizades e famílias, de colocar em ação nossos potenciais intelectuais e criativos. E, no meio do clima de indignação e reclamação generalizadas, talvez ainda não tenhamos parado para observar o que está florescendo, dentro de cada um de nós. Como nossa visão de vida está mudando, depois de tantas certezas serem colocadas em xeque.

Hoje estava revisando posts e cheguei até este, que vai encerrando a reflexão do texto e propõe que você faça a sua própria autoanálise, única, pessoal, referente à sua própria circunstância:

Você sabe quando a vida está te promovendo. É quando ela te traz mestres, traz livros, traz pessoas lindas para serem tuas amigas de verdade. Traz convites muito legais!

Ela também te promove ao trazer itens para o seu cuidado: filhos, canteiros, empresa.

Mas ela frequentemente traz coisas que te deixam indignado, crítico. Então ela talvez precise de você, para melhorar ou corrigir uma situação.Toda promoção é também um aumento de responsabilidade, que se faz ou não por merecer. (? / Rita Foelker)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s