Energias e defesa espiritual

Nós vamos voltar a falar de energias, entendendo primeiro algo importante sobre elas.

No Universo em que vivemos e evoluímos, tudo o que não é espírito, é matéria. E espírito é pura inteligência, que utiliza a matéria para se expressar e se manifestar no Universo. Isso provém das próprias características dos elementos do Universo. O Princípio espiritual é inteligência e consciência. O Principio material é energia em suas mais diversas configurações.

Princípio material forma todos os tipos de matéria. Ele é moldável, ele recebe o influxo da inteligência – ou das inteligências – e desse modo ele assume uma forma e uma função.

A matéria aparece na nossa realidade como condensada ou sutil. Chamamos de condensada, ou densa, a matéria dos móveis, cortinas, das árvores e corpos visíveis em geral. Matéria sutil é a energia das nossas emoções e pensamentos, a mesma energia que leva uma prece ao seu destino e que possibilita as influências espirituais, bem como a ação dos espíritos sobre a matéria densa.

A energia da prece não está nas palavras, está na intenção com que é proferida e no coração onde ela nasce. Ela contém sentimento, fé e vontade que se dirigem a Deus ou a um espírito mais elevado, em favor de si mesmo(a), de outra pessoa ou de uma determinada situação.

Ela é considerada um importante meio de defesa espiritual, no sentido em que, criando sintonia e conexão com espíritos de uma categoria superior – e, portanto, com propósitos superiores, – a prece nos protege de ligações com seres mal intencionados, com situações degradantes ou intenções que nos prejudiquem.

Contudo, a sintonia da prece, e mesmo a sintonia com as situações em geral, não reflete exatamente o que você quer naquele momento, mas aquilo que você é e que está sentindo. Isso significa que a primeira providência, a primeira proteção está em elevar seus sentimentos, não permitindo que pensamentos nascidos do medo, da raiva, da inveja e do ressentimento se demorem na sua mente e estabeleçam a sua sintonia mental com criaturas nestas mesmas faixas.

As pessoas costumam acreditar que possuir ou portar certos objetos como crucifixos, medalhas de santos, entre outros, irá protegê-las do mal e de más influências. Mas o primeiro item fundamental de autoproteção é uma mente equilibrada, cujos pensamentos de harmonia, bem e progresso espiritual sejam predominantes.

Isto porque a influência inferior sobre nós também se dá por afinidade e sintonia e, ao mudar a nossa faixa habitual de pensamentos, nós saímos do alcance das mentes desequilibradas que nos queiram atingir e prejudicar.

Quanto ao poder dos objetos, se eles podem ser energizados ou magnetizados para repelir influências negativas, é um assunto muito pertinente. Bozzano estudou isso, mas não quero deixar este post longo demais. Depois a gente continua.

Um comentário sobre “Energias e defesa espiritual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s