Você provavelmente já leu por aí que, se algo custa a sua paz, é caro demais. E também que é melhor ter paz do que ter razão.

Entre todas as conquistas possíveis, a paz é a de que mais precisamos. Não podemos realmente desfrutar de nada que possuímos, nem de amizades, relacionamentos ou Natureza, se não sentirmos paz interior. Paz conosco. Paz com a vida. Paz com nossas escolhas.

Mas algumas vezes nós buscamos paz no lugar errado e isso causa problemas. Por exemplo, procurar a paz fora, numa outra pessoa, é algo que não funciona, pois sempre estaremos presos a ela ou querendo prendê-la, quando ela também é uma alma livre para estar onde quiser.

A presença de alguém pode nos fazer sentir seguros, pode nos confortar, nos alegrar… mas não pode ser a fonte principal da nossa paz.

Procurar paz no dinheiro também é ilusório. Nós vivemos numa economia de mercado onde é possível empreender, criar um modelo de negócio, empregar pessoas e capacitá-las, oferecer um produto que atende ao cliente com qualidade e preço justo. Oferecer esse produto, ou prestar um serviço importante para o próximo, pode nos trazer imensa satisfação e sensação de dever cumprido, sem falar na prosperidade material. Mas isso é paz?

Ainda não, se você não tiver consciência de quem é e de até onde pode ir sem perdê-la. Sem jogar fora a sua paz. Até você onde pode ir por inspiração, senso de propósito, com ética e alegria, sem precisar provar nada a ninguém? Sem precisar ganhar todas? Assumindo as dificuldades como parte do processo?…

Entenda como a vida funciona

Vida é um experimento cósmico, um lugar onde o Ser pode gerar o Bem e o Conhecimento para si, mas também para os outros seres. E essa é a fonte da prosperidade material e espiritual.

Primeiro, isso quer dizer que, se a pessoa ficar parada, simplesmente, ela não vai conseguir nada, seja em termos existenciais ou monetários. E não importa se ela está parada por preguiça, por falta de vontade ou de entendimento, pois precisa se desenvolver, porque é isso que a lei do Universo promove: a evolução da consciência.

A lei de evolução fará com que ela encontre, pelo caminho, situações que a ensinem, que abram sua mente, que despertem para a necessidade de mudanças importantes e de adotar atitudes melhores. Essas situações são trazidas por pessoas, eventos inesperados, viagens e desafios, tudo a serviço do seu crescimento interior.

Cada ser tem a sua caminhada e é livre para escolher a direção. Muitas vezes, nós não concordamos com o uso que o outro faz da sua liberdade, porque ele a usa para prejudicar a si e aos outros, para roubar, ferir, para se complicar perante as leis da vida e, agindo assim, afasta-se da paz. Mas a evolução é uma jornada espiritual individual e, algumas vezes, poder e riqueza são testes, oportunidades de evoluir e aprender, onde eventualmente são feitas escolhas ruins, trazendo consequências.

Um dia, num treinamento, ouvi o Roberto Shinyashiki dizer: “Se você não está ganhando dinheiro, você não está ajudando as pessoas.” Mas, como eu, talvez você tenha pensado: “Caramba, e esse pessoal todo que está enriquecendo enquanto prejudica outras pessoas… como fica?” São almas em sofrimento, sem paz, com uma percepção negativa da existência, que estão jogando fora uma chance de serem felizes e de ajudar os outros.

Observando nessa escala cósmica, você entende que os problemas que vivemos não são do sistema político ou econômico, não são do capitalismo. No bloco socialista, sempre houve pobreza e sofrimento terríveis, também.

A exploração do ser humano pelo ser humano existiu no planeta, desde eras remotas. Os egípcios construíam monumentos inacreditáveis com mão-de-obra escrava. A escravidão na África já era praticada antes do tráfico promovido pelos ingleses e portugueses, gerando situações indignas e desumanas, enquanto o capitalismo só vai surgir no século XV e, o socialismo, no século XIX.

Os problemas que vivemos na sociedade, assim como a corrupção e o roubo, têm outra causa: eles são fruto do egoísmo e da ausência de sentimentos bons, de uma visão construtiva e amorosa da vida e do mundo.

E como os sentimentos bons são o solo onde a paz nasce e floresce, então chegamos ao ponto mais importante desse texto. Você tem a liberdade de fazer o que quiser, mas só um coração bom, que se expressa em boas atitudes, nascidas de um senso ético elevado e do respeito ao próximo, permite encontrar a paz que você tanto busca. Quando você descobre onde está a sua paz, tudo o mais – relacionamentos, trabalho, dinheiro, projetos – tudo encontra o seu lugar. Se ajusta, se encaixa, porque o que quer que custe a sua paz é, sim, caro demais!!!

(Se gostou deste post, convido você a ler um outro, chamado Integridade ou dinheiro, o que vale mais?. Ele fala sobre o que escrevi aqui, transformando o mundo inteiro.)

Publicado por ritafoelker

Filósofa, palestrante e jornalista. Escritora reconhecida nos temas: espiritualidade, inteligência emocional e educação, publica livros desde 1992. Faz palestras no Brasil e no exterior, realizando sua formação com Roberto Shinyashiki / Instituto Gente. Formação em Pedagogia Sistêmica pelo Instituto Hellen Vieira da Fonseca (em andamento)

Se junte à conversa

1 comentário

  1. Obrigada Rita pelo texto e compartilhar conosco❤
    A Paz é o que todos nós queremos mas requer uma reforma intima. É um exercício diário!
    Que o mestre Jesus nos ilumine para que possamos trilhar sempre no caminho do bem.❤
    Gratidão Rita🌻

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: